Benefícios a longo prazo de uma Dieta Vegetariana

As pessoas podem ter muitas razões para ter interesse em uma dieta vegetariana, incluindo problemas de saúde, crenças espirituais, efeitos ambientais ou preocupações com o bem-estar animal.

Há evidências de que simplesmente reduzir a quantidade de carne na dieta ou eliminá-la completamente pode ser suficiente para alcançar benefícios significativos para a saúde.

 

Aqui você pode ter acesso a um breve resumo de dois estudos publicados simultaneamente que examinaram a associação entre dietas vegetarianas e taxas de mortalidade em várias fixa etárias.

1- O Oxford Vegetarian Study recrutou 6.000 vegetarianos e 5.000 não vegetarianos no Reino Unido e os acompanharam por uma média de 12 anos.

Os resultados foram claros, e favoreceram os vegetarianos que obtiveram menor mortalidade geral durante o período do estudo  e menor mortalidade por doença maligna. neoplasias.

Os pesquisadores também tentaram compensar outras possíveis diferenças no estilo de vida, recrutando não-vegetarianos por meio de referências de participantes vegetarianos.

Com a pesquisa, observou-se uma taxa de mortalidade significativamente menor entre os vegetarianos.

2- Uma análise conjunta (em Oxford) de dados de mais de 76.000 homens e mulheres, com um período médio de acompanhamento de 10,6 anos.

Neste estudo foi feito uma juste para a comparação entre pessoas vegetarianas e não vegetarianas com características e costumes parecidos (idade, sexo e tabagismo)

Após este ajuste, observou-se que a mortalidade por doença cardíaca isquêmica foi 24 por cento menor em vegetarianos.

Em comparação com os comedores regulares de carne, que incluíam participantes com pelo menos consumo semanal de carne, a mortalidade entre por cardiopatia isquêmica era 20% menor em comedores ocasionais de carne e 26% menor em vegans (ou seja, aqueles que não consumiam produtos animais, incluindo carne, ovos e laticínios).

A maior redução (34 por cento) foi observada em ovo-lacto-vegetarianos (ou seja, aqueles que comiam ovos e produtos lácteos) e naqueles que comiam peixe, mas nenhuma outra carne.

Houve menores taxas de mortalidade por doença isquêmica do coração entre vegetarianos mais jovens e naqueles que seguiram sua dieta vegetariana por mais de cinco anos.

Esses grandes estudos sugerem que as dietas vegetarianas conferem benefícios significativos à saúde sem necessariamente exigir um programa de dieta rigidamente estruturado.

Como um todo, estas pesquisas concluíram que a dieta vegetariana tende a melhorar a saúde geral.

 

Estas informações foram extraídas do artigo : ERIK J. LINDBLOOM, MD, MSPH. Long-Term Benefits of a Vegetarian Diet. University of Missouri School of Medicine. Columbia, Missouri, 2009.